A propósito de VIVER SAUDÁVEL 438

Quando em 2015 foi publicado a primeiro número do VIVER SAUDÁVEL todos nós, no Departamento de Alimentação e Nutrição (DAN) do INSA, estávamos cientes da importância de trazer ao prelo esta publicação. Sabíamos que não era mais um lançamento, mas antes um marco na vida literária dos profissionais de nutrição.

Neste seu percurso, persistente, tem vindo a granjear a curiosidade e o respeito de todos os que se interessam pelos problemas da alimentação. Não esquecendo os legados dos pioneiros da nutrição como Emílio Peres e Gonçalves Ferreira VIVER SAUDÁVEL projeta o que de melhor se faz no desenvolvimento e inovação da alimentação saudável e das causas do seu inverso.

Ao longo das suas edições tem mantido o fio condutor entre os temas mais atuais dessa maravilhosa ciência que é a Nutrição Humana. Assumindo-se como uma publicação de divulgação, tem estimulado, nos seus leitores, o interesse por temas emergentes, mas mantendo a procura de questões ainda que conhecidas, são complexas, e por isso continuam na agenda de todos os profissionais de nutrição.

O seu corpo editorial tem sido indutor do debate e reflexão de temas pouco consensuais que implicam dificuldades, riscos e desafios como o jejum intermitente, é exemplo. A pertinência com que a sustentabilidade alimentar e a agricultura biológica estão alinhadas com o desperdício e o excesso, através de artigos de diferentes autores tem sido escrutinado na construção de uma consciência coletiva de paradigmas alimentares mais saudáveis. Dando a conhecer a identidade cultural dos alimentos e promovendo as culturas locais a VIVER SAÚDAVEL está a contribuir para uma maior proximidade das famílias aos sistemas de alimentares recomendados pela Organização Mundial de Saúde

Mas também procura com sucesso as pontes entre a nutrição e a gastronomia que trazem para a arte e cozinhar, os temperos da química, da medicina, da biologia molecular e até da física. Indo, por isso, ao encontro dos interesses dos chefes e outros gastrónomos que aprofundam o conhecimento dos sabores atuais e com eles dão continuidade às tradições.

VIVER SAUDÁVEL afirma-se também como “um portal dos profissionais de nutrição” não esquecendo por isso a substância do profissional que é suportada nos aspetos éticos e legislativos facilitando a resolução das vicissitudes do quotidiano.

Por convite do corpo editorial, o DAN do INSA tem vindo a divulgar, por diversas ocasiões, algum do trabalho por nós desenvolvido e apresentado nos diversos eventos que decorrerem, a nível nacional e internacional. Por isso, também, o nosso profundo agradecimento.

A contemporaneidade destes tempos difíceis e de adaptação a novas praticas cujos efeitos na saúde e nos padrões alimentares são incertos, exige novas abordagens. VIVER SAUDÁVEL tem também vindo a conquistar a atenção daqueles que transformam o conhecimento precário em conclusões robustas. Tem publicado nos últimos números artigos sobre a problemática da obesidade, da saúde mental ou da alimentação escolar em tempos de COVID-19 através de uma linguagem simples, mas rigorosa.

Desejamos por tudo o que têm feito e por aquilo que projetam para o futuro muitos sucessos, porque estou certa, encontrão em cada dificuldade um desafio como dinâmica de desenvolvimento.

Isabel Castanheira
Coordenadora do Departamento de Alimentação e Nutrição do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA)

Envie este conteúdo a outra pessoa