Internacionalização da ANEN: perspetivas de um futuro além-fronteiras para a Federação 1095

A globalização e a interligação entre comunidades de diferentes países revelam ser cada vez mais comuns na atualidade, com benefícios no aumento da diversidade cultural e na evolução sustentável das sociedades. Especialmente na área da saúde, a criação de consensos mundiais e europeus para orientar diversas técnicas e procedimentos leva a um maior sentimento de segurança da população e conforto económico, assim como a maior efetividade e fortalecimento da comunicação entre setores. Por este motivo, era impossível continuar a ignorar as oportunidades e as vantagens que a internacionalização poderiam trazer à ANEN.

Desta forma, depois de uma consolidação e reestruturação a nível nacional, a ambição por explorar o ambiente além-Portugal entrou nos nossos planos, no mandato 2022/2023.

O contacto mais próximo com entidades internacionais jovens demonstrou ser uma das principais estratégias para cumprir este objetivo, de maneira (1) a expandir o impacto e a voz da Federação, no que toca à representação dos estudantes e à promoção de estilos de vidas saudáveis, e (2) a melhorar o nosso modo de atuação e o atendimento das necessidades dos Associados que representamos, através da aquisição de novos recursos e métodos de trabalho inovadores.

A troca de boas práticas, materiais, estratégias e ideias com novas realidades e comunidades diferentes das que estamos habituados é particularmente interessante e enriquecedora. Acreditamos que é, acima de tudo, uma oportunidade de aprender, fundamentar e trabalhar temáticas importantes para a comunidade estudantil, tais como o educação, política, formação, cultura e profissão, tanto na área da Nutrição como noutros conteúdos transversais à Juventude. Para além disso, uma relação de proximidade com outros países poderá indicar o início de oportunidades no estrangeiro para os Estudantes, através de, por exemplo, programas de intercâmbio, estágios e colaborações de pesquisa, algo ainda pouco explorado na nossa formação.

Sendo assim, o Departamento de Política e Relações Externas deu início à pesquisa sobre organizações estudantis e/ou juvenis fora de Portugal, que se regem por uma missão e valores semelhantes aos nossos.

A primeira conquista aconteceu em março de 2023, dia em que a ANEN se tornou membro associado da Youth Health Organization (YHO). A YHO é uma organização que se dedica à promoção de estilos de vida saudáveis e à prevenção de doenças crónicas não transmissíveis, sendo o seu principal compromisso ensinar, conectar e apoiar jovens de diferentes origens para participarem ativamente em programas de prevenção, pesquisa, política e liderança na área da saúde juvenil.

A associação à YHO trouxe excelentes oportunidades para a Federação durante este ano, nomeadamente, a participação na London Advocacy School: Nutrition and Food Systems que, além de ter contribuído ativamente para a discussão, dinamizou a sessão “Nutrition and Sustainable Food Systems”, promovendo a troca de conhecimentos entre jovens dedicados à construção de políticas de saúde; e na integração da delegação da YHO na CO-CREATE Final Conference em Bruxelas, nos dias 12 e 13 de outubro, cujo objetivo principal foi apresentar o progresso alcançado do projeto, as ferramentas desenvolvidas, os resultados obtidos e as perspectivas futuras, proporcionando um encontro com profissionais da área da saúde pública, a partilha de conhecimento e troca de boas práticas.

A segunda grande vontade da ANEN foi intensificar os contactos com Estudantes de Nutrição noutros países, particularmente, da Europa, pelo que também iniciou-se a investigação nesse sentido. Os resultados foram surpreendentes, na medida em que, infelizmente, não foram encontradas Federações análogas à ANEN em muitos países, indicando que que Portugal está, muito possivelmente, na vanguarda do associativismo jovem e estudantil em Nutrição.

No entanto e com enorme satisfação, fomos recebidos calorosamente e de braços abertos pela Federación Española de Dietistas-Nutricionistas Universitarios (FEDNU). Depois de algumas reuniões onde se trocaram ideias, experiências, diferenças entre Portugal e Espanha e perspetivas futuras, foi criado um Protocolo de Parceria que se tornou oficial, no passado dia 26 de março de 2023, durante o 10.º Encontro de Nutrição e Alimentação. Este protocolo marcou o princípio de um caminho entusiasmante para a Federação e para os Estudantes de Nutrição, assente em novas possibilidades de sinergias e dinâmicas para as comunidades estudantis em ambos os países. Esta parceria, além de inspiradora, motiva-nos todos os dias a dar o melhor seguimento possível aos trabalhos com a FEDNU.

Por último, também com enorme satisfação, a ANEN conseguiu estabelecer uma relação de maior proximidade com a European Network of Dietetic Students (ENDietS), através de um protocolo de parceria, com o objetivo de se ajudarem concomitantemente na prossecução das atividades e na criação de uma estrutura europeia fortificada junto de todos os Estudantes de Nutrição da Europa. Esta parceria levou a que fosse possível marcar presença na ENDietS Student´s day, em Budapeste, no dia 13 de outubro.

Face a tudo isto, para a ANEN, que sonhou além-Portugal, é com orgulho e felicidade que terminamos este ano e mandado a comunicar estas conquistas aos leitores da revista Viver Saudável. Finalizamos o ano movidos pela missão de expandir e melhorar a representação dos interesses de todos os Estudantes Nutrição portugueses, bem como garantir um futuro digno da profissão, em Portugal e, agora, cada vez mais longe.

Leonor Quelhas Pinto e Marta Santos

Presidente e Vogal da Direção da ANEN – Associação Nacional de Estudantes de Nutrição

Envie este conteúdo a outra pessoa