Dormir poucas horas aumenta risco de Alzheimer 0 80

07 de Janeiro de 2016

Quem dorme poucas horas apresenta um maior risco de desenvolver a doença de Alzheimer, segundo um estudo da Oregon Health and Science University.

Os investigadores explicam que as toxinas beta-amilóides, associadas à doença, são eliminadas pelo cérebro durante o sono. Como tal, dormir poucas horas dificulta este processo e aumenta as probabilidades de sofrer desta doença neuro-degenerativa.

A pesquisa foi realizada em animais. A fase seguinte deste trabalho é comprovar a teoria em humanos. No entanto, as probabilidades de os resultados serem idênticos é bastante elevada, de acordo com o portal “PT Jornal”.

Envie este conteúdo a outra pessoa