Projeto em votação quer evitar desperdício das frutas de rua 258


04 de julho de 2017

Fruta de Rua, este é o nome de um projeto que está a concurso para o Orçamento Participativo Portugal (OPP) até ao dia 10 de setembro, que pretende combater o desperdício da fruta que nasce das árvores existentes no espaço público.

Sofia Lage, impulsionadora do projeto, sempre achou «um disparate não se aproveitar esta fruta para alimentar quem não tem», por isso, com a abertura das candidaturas ao Orçamento Participativo Portugal, Sofia decidiu esquematizar a ideia.

Antes de mais deverá realizar-se um mapeamento das árvores presentes nos espaços públicos ou pomares de instituições que queiram ser incluídos e criar tipologias de frutos, com o intuito de conceber um “calendário de apanha”:

Com base nesse cronograma, exemplifica Sofia Lage, «as associações saberiam que num certo período haveria apanha e concorreriam». A fruta seria encaminhada para consumo ou transformada em doces ou outros produtos, por exemplo, gerando receitas para as instituições envolvidas.
 
Contudo, as árvores teriam de ser avaliadas previamente, visto que muitas vezes estão localizadas em vias com trânsito, e por isso os seus frutos podem acabar contaminados. Caberia às câmaras municipais o controlo e análise da qualidade das frutas, explica a mentora do projeto, ao “P3”.

Envie este conteúdo a outra pessoa