Coligação de associações europeias elabora em Odivelas plano estratégico para a obesidade 1015

A Coligação Europeia de Pessoas que Vivem com Obesidade, que agrupa várias associações, reuniu-se na quinta-feira, em Odivelas, para elaborar um plano estratégico que defende o reconhecimento da obesidade como doença crónica em toda a Europa, avança a Lusa.

O plano, com vigência para os próximos cinco anos, deverá sair da reunião de Odivelas, que termina no sábado.

O vice-presidente da organização, Carlos Oliveira, disse que o plano estratégico será norteado por dois princípios: reconhecer a obesidade como doença crónica em todos os países europeus e ajudar a criação de associações em países onde não existam.

Segundo Carlos Oliveira, que também preside à Associação Portuguesa de Pessoas que Vivem com Obesidade, com sede em Odivelas, Portugal foi o primeiro país da Europa a reconhecer a obesidade como doença crónica, há 20 anos.

Criada em 2019, a Coligação Europeia de Pessoas que Vivem com Obesidade agrupa associações de 35 países europeus, incluindo Portugal, dedicadas nomeadamente ao tratamento da obesidade e à investigação da doença.

Envie este conteúdo a outra pessoa