Substâncias tóxicas encontradas em leite materno 406

Um estudo analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, e detetou o produto químico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos do que o que é recomendado por alguns especialistas.

O estudo, denominado por “Per- and Polyfluoroalkyl Substances (PFAS) in Breast Milk: Concerning Trends for Current-Use PFAS“, foi publicado no jornal Environmental Science and Technology.

As substâncias de polifluoroalquilo, são uma classe de cerca de 9.000 compostos que são usados para fazer produtos como embalagens de alimentos, roupas e carpetes resistentes à água e manchas.
São também conhecidos por serem “substâncias químicas eternas”, porque não se decompõem naturalmente.

Os PFAS estão ligados a doenças como cancro, defeitos congénitos, doenças do fígado, doenças da tiroide, espermatozoides em queda e uma série de outros problemas de saúde graves.

Pode consultar o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa