Professor da FEUP premiado por contributo na área dos lacticínios 198

O professor catedrático do Departamento de Engenharia Química da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), F. Xavier Malcata, foi distinguido com o International Dairy Foods Association (IDFA) Teaching Award in Dairy Manufacturing, atribuído pela American Dairy Science Association (EUA), a maior associação técnico-científica do mundo na área dos lacticínios.

A informação é dada no portal da Universidade do Porto, que avança que esta distinção é a primeira a ser atribuida a um português, pela maior associação mundial no setor.

“É a primeira vez que um português é reconhecido com este conceituado galardão, destinado a docentes que se destaquem pelos seus “contributos extraordinários” para o ensino na área dos lacticínios”, indica a Universidade do Porto, no seu portal.

F. Xavier Malcata, para além de docente, tem uma longa reputação na área de engenharia alimentar. Participou no desenvolvimento de ingredientes nutracêuticos e alimentos funcionais, assim como na “caracterização e melhoramento de alimentos tradicionais portugueses, incluindo a conceção de culturas microbianas de arranque e afinagem para queijos”.

Enquanto investigador do Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE) da FEUP, “tem trabalhado no desenvolvimento de novas matrizes pré- e probióticas de origem”vegetal” e “mantém uma estreita colaboração com a Universidade dos Açores, focada na caracterização e melhoria de qualidade dos queijos de S. Jorge e do Pico”.

Para além disso, o professor é ainda autor de diversas patentes e mais de uma dezena de livros publicados, “para além de ter sido autor/coautor de mais de 400 publicações internacionais em revistas científicas arbitradas”, indica o portal da Universidade.

Este não é o primeiro prémio que F. Xavier Malcata recebe. A este junta-se o “Elmer Marth Educator Award” atribuído em 2011 pela International Association for Food Protection (EUA), e o “William V. Cruess Award for Excellence in Teaching” atribuído em 2014 pelo Institute of Food Technologists (EUA).

Envie este conteúdo a outra pessoa