Preço do cabaz de alimentos essenciais tem maior estabilização desde outubro 624

Como é habitual, a Deco atualizou o preço de um cabaz de alimentos essenciais, sendo que, em relação às duas últimas semanas, se assiste a uma estabilização, algo que não acontecia de forma tão expressiva desde outubro de 2022, onde durante três semanas também não se assistiu a variações consideráveis.

Neste momento, o cabaz com 63 alimentos custa 226,98 euros, mais 43,35 euros do que no dia 23 de fevereiro. Contudo, apesar da estabilização, o cabaz subiu 0,99 euros em relação à semana anterior.

Ou seja, está 23,61% acima dos 183,63 euros que custava a 23 de fevereiro de 2022, data de véspera da guerra da Ucrânia, e 16,45% mais caro em comparação com o período homólogo, quando custava 194,92 euros.

Neste período, o preço da carne já subiu 8,27 euros e o do peixe 14,49 euros. O mesmo aconteceu nos congelados (2,09 euros), frutas e legumes (4,28 euros), laticínios (2,59) e mercearia (11,63).

Parlamento aprova IVA zero para cabaz de produtos essenciais

A partir do dia 18 de abril, e até 31 de outubro, mais de 40 produtos considerados essenciais vão passar a ter um IVA de 0%, como forma de ajudar as famílias a enfrentar a inflação.

Envie este conteúdo a outra pessoa