Portugueses gastaram mais 125 milhões nos supermercados em 2021 255

Os portugueses gastaram mais 5,5% em compras nos supermercados em comparação com o primeiro trimestre do do ano passado, com um total gasto de 2,4 mil milhões de euros, mais 125 milhões do que em 2020.

Os dados são da ScanTrends da NielsenIQ, que indica ainda que apesar deste aumento, se tivermos apenas em conta o mês de março, verifica-se uma descida de 5,1% nos gastos dos consumidores, para 818,8 milhões de euros.

“Em março de 2020, os portugueses começaram a preparar-se para o primeiro estado de emergência, houve uma corrida aos supermercados e as vendas de bens de grande consumo cresceram 26%. O facto de estarmos a decrescer face a esse histórico tão atípico era expectável. Aliás, se compararmos com o mesmo período de 2019, estamos 19% acima”, esclareceu a responsável da NielsenIQ ao jornal “Dinheiro Vivo”.

Neste período, a categoria das bebidas é a que apresenta um maior crescimento e a categoria da higiene pessoal a maior descida.

“No trimestre a alimentação cresce 5,4%, as bebidas são as categorias mais dinâmicas, com um crescimento de 20,7%; higiene do lar perde 1,8% (mas era a categoria mais dinâmica no 1.º trimestre de 2020) e a higiene pessoal, que é a categoria que sofre mais o impacto do confinamento, recua 8,1%”, explica.

A evolução negativa também é evidente nos produtos para a higiene do lar, onde as vendas diminuem 15,9%, com as marcas da distribuição (-15,2%) a decrescer de forma semelhante às marcas de fabricante (-16,3%).

Envie este conteúdo a outra pessoa