Portugal regista aumento de casos da diabetes mellitus entre 2016 e 2018 195

De acordo com um estudo, publicado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), observou-se um aumento de 81 casos na taxa de incidência da diabetes mellitus entre 2016 e 2018.

Em 2016, registaram-se 524 casos da doença por cada 100.000 habitantes, já em 2018 observaram-se 605 casos da diabetes mellitus por cada 100.000 habitantes.

O aumento do número de casos de diabetes mellitus foi observada de forma mais acentuada no sexo feminino – cerca de 520 casos por cada 100.000 habitantes em 2016 e um total de 627 por cada 100.000 habitantes em 2018.

Além disso, concluiu-se que a incidência da diabetes mellitus nas mulheres entre os 25 e os 44 anos pode estar relacionada com casos de diabetes gestacional.

Os dados da pesquisa demonstraram que a faixa etária dos 65 aos 74 anos foi, na generalidade, a mais afetada nos dois géneros.

A diabetes mellitus é uma das mais frequentes causas de morbilidade e mortalidade a nível global. Em 2019, representou globalmente a 9.ª causa de morte.

Segundo a Federação Internacional da Diabetes, trata-se de um dos desafios de saúdes com um dos crescimentos mais acentuados no século XXI. De realçar que, nos últimos 20 anos, o número de adultos com diabetes triplicou em Portugal.

O INSA concluiu que, em Portugal, a diabetes mellitus trata-se de um problema de saúde para o qual se verifica a necessidade urgente de orientar esforços, nomeadamente através de medidas de prevenção primárias e dirigidas aos seus principais fatores de risco.

O consumo de tabaco, o sedentarismo e uma alimentação desequilibrada estão entre os fatores que promovem o aparecimento da diabetes mellitus.

Pode consultar o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa