“Pequenos” gestos que fazem a diferença 677

Alguma vez já chegaram a casa, abriram o frigorífico e se depararam com um vazio tão grande, como o que tinham no vosso estômago? Independentemente de já terem passado por algo parecido ou não, esta é uma situação recorrente para milhões de pessoas no mundo, incluindo, infelizmente, muitas famílias portuguesas. A fome é uma realidade assustadora que está mais próxima de nós do que imaginamos.

De acordo com as Nações Unidas, “mais de 820 milhões de pessoas não têm alimentos suficientes e a emergência climática é uma ameaça crescente à segurança alimentar”. Ter acesso a alimentos é uma necessidade fisiológica, é um direito básico de qualquer ser humano. Ninguém deveria ter de passar por uma situação de insegurança alimentar.

Além disso, atualmente, assistimos a um dos maiores atentados à vida humana. Apesar de todo o horror e das imagens aterradoras que nos chegam da guerra que está a acontecer na Ucrânia, é nestes momentos mais difíceis que as pessoas revelam o seu lado mais “humano”.

Assim, a ANEN juntamente com a Associação da Legião da Boa Vontade (LBV) está a organizar uma recolha de bens alimentares para ajudar famílias portuguesas com dificuldades socioeconómicas e de material médico para ajudar os refugiados ucranianos, em algumas Instituições de Ensino Superior, nomeadamente na Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, na Universidade Fernando Pessoa, na NOVA Medical School – Faculdade de Ciências Médicas, na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Esta recolha vai decorrer até ao final do mês de abril e encorajamos vivamente todos os estudantes, docentes e funcionários a deixarem o seu contributo, quer seja um bem alimentar (como, arroz, massa, enlatados, água, leite, entre outros) e/ou material médico (como analgésicos, anti-inflamatórios, máscaras cirúrgicas e álcool gel) nos locais referidos anteriormente. No final deste mês, estes serão recolhidos pela nossa equipa que os encaminhará para a LBV e que posteriormente os fará chegar a quem mais precisa.

Qualquer ajuda é preciosa. Não podemos mudar o mundo, mas podemos fazer a diferença na vida destas pessoas. Nunca saberemos se, no futuro, seremos nós a precisar de uma mão amiga.

Ana Rafaela Oliveira e Bruna Leça
Vogais do Departamento de Ação Social da ANEN – Associação Nacional de Estudantes de Nutrição

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa