O envolvimento estudantil marca a primeira década do Encontro de Nutrição e Alimentação 1216

Foi com grande entusiasmo que a Associação Nacional de Estudantes de Nutrição celebrou a primeira década do Encontro de Nutrição e Alimentação (10.º ENA), nos passados dias 25 e 26 de março de 2023.

“Ver o sucesso que o 10º ENA foi, deixou-me extremamente orgulhosa em saber que estudantes de todo o país uniram esforços para concretizar aquela que foi A experiência!”, refere Beatriz Almeida, uma das colaboradoras da Task Force do ENA que prestou declarações.

Enquanto equipa organizadora, e conjuntamente com a restante Direção, foi-nos lançado o desafio de elevar o 10.º ENA ao próximo nível, com a integração, pela primeira vez, de uma Task Force.

A presença de nomes sonantes no nosso Programa Científico, bem como de temas inovadores, levaram à elevada adesão por parte de estudantes, nutricionistas e outros profissionais. Este sucesso deveu-se ao trabalho afinco de um grupo de estudantes que se comprometeu, ao longo de 3 meses, a “usar criatividade para levar o ENA mais além”, diz Oureana Ferreira.

Esta foi de facto “uma experiência trabalhosa”, na qual tiveram oportunidade de mergulhar “naqueles que são os âmbitos da organização de um evento, (…) como a parte científica, logística e de parcerias”, explica Margarida Silva.

Acreditamos que são iniciativas como esta que permitem aos estudantes desenvolver as suas capacidades, diferenciar-se dos demais e com isto levar “(…) uma bagagem espetacular para o futuro”, expõe Marta Santos. “Organizar um congresso não é tarefa fácil e o sentimento de realização pessoal e coletiva são, sem dúvida, lembranças que vou levar comigo”, confessa Hugo Pereira.

No entanto, esta não consistiu apenas numa experiência académica: “Foi uma oportunidade de crescimento e aprendizagem que irei levar comigo para sempre! Conheci ótimas pessoas e guardo momentos incríveis que experienciei ao fazer parte desta TF!”, menciona Sara Lopo.

No final deste percurso, o sentimento de companheirismo e cumplicidade não passou despercebido: “Uma família que me enriqueceu diariamente com a sua experiência, tendo aprendido uns com os outros e acima de tudo tornando-nos melhores para o nosso futuro”, relata Bernardo Dias

“Obrigada à ANEN pela oportunidade, e espero que este formato tenha continuidade de agora em diante”, conclui Joana Machado.

Por Daniela Oliveira e Matilde Borges

Envie este conteúdo a outra pessoa