Crianças com diabetes com inscrição gratuita na Summer Medical School 959

A NOVA Medical School vai disponibilizar 32 inscrições gratuitas para frequência do campo de férias Summer Medical School: lifestyle, que decorre em julho, nesta escola médica, a crianças que enfrentam desafios socioeconómicos ou tenham sido diagnosticas com diabetes.

Dirigidas a crianças entre os 6 e os 14 anos, a residir na região de Lisboa, estas bolsas serão atribuídas em conjunto com as empresas SMEG, Abbott e MGEN. O objetivo é promover a igualdade de acesso à educação em saúde, mas também capacitar e inspirar todas as crianças a adotarem estilos de vida saudáveis desde cedo, sem barreiras.

Este programa de verão da NOVA Medical School alia diversão à educação para boas práticas no que diz respeito aos estilos de vida, numa oportunidade inclusiva e acessível.

Ao longo do mês de julho, os participantes da Summer Medical School: lifestyle têm um acompanhamento personalizado, onde podem contar com apoio de nutricionistas, que se dedicam não só a induzir mudanças nos comportamentos alimentares, mas também a ensinar a prevenir doenças.

Os 32 participantes identificados por entidades ligadas ao setor social e associação de doentes vão poder participar numa das turmas deste campo de férias, que decorre integralmente numa escola médica.

“De acordo com os últimos dados, entre 2020 e 2050, estima-se que o nível de crescimento da obesidade infantil seja de 3,5%. Um estudo recente concluiu que crianças dos 7 aos 10 anos de meios socioeconómicos menos favorecidos já apresentam alterações biológicas que as podem colocar numa trajetória de saúde menos favorável ao longo da vida”, explica Conceição Calhau, subdiretora para a Extensão à Comunidade da NOVA Medical School.

“Esta parceria reflete o compromisso partilhado com o futuro saudável de todas as crianças, independentemente do contexto onde estão inseridas. Procuramos não só promover a educação, mas também a saúde e o bem-estar destas crianças e o seu impacto junto das famílias”, conclui a responsável, em comunicado.

A Bolsa Smeg permitirá que a Gebalis possa identificar 10 crianças para frequentarem o programa, à semelhança do que aconteceu na edição anterior.

“Na Smeg, valorizamos a importância de um estilo de vida saudável, que inclui uma alimentação nutritiva e a prática regular de atividade física. Como estamos conscientes de que, infelizmente, esta não é a realidade de todas as famílias, sentimos ser nosso dever contribuir para que possam ter acesso a recursos e oportunidades que promovam estes hábitos. É para nós um orgulho associarmo-nos à Nova Medical School neste projeto desafiante e enriquecedor”, afirma Pedro Luz, marketing director da Smeg.

Já a Bolsa Abbott permitirá que a Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal possa identificar 12 crianças com diabetes, para frequentarem o programa com um acompanhamento personalizado.

Por fim, a bolsa MGEN permitirá que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa selecione 10 crianças, de várias instituições da região, para frequentarem o programa durante uma semana.

“A criação da Bolsa MGEN no âmbito da Summer Medical School: lifestyle está perfeitamente alinhada com o compromisso da MGEN em gerar um impacto positivo na sociedade, contribuindo, neste caso particular, para o desenvolvimento de crianças e jovens através da promoção de um estilo de vida saudável”, refere Maria Quaresma, diretora do departamento de Comunicação e Marketing da empresa.

A Summer Medical School: Lifestyle tem lugar durante o mês de julho e destina-se a crianças, entre os 6 e os 14 anos, e a jovens, entre os 15 e os 18 anos, sendo o programa adaptado em função da faixa etária. O campo de férias pretende mudar comportamentos, sob o mote “o lugar onde se aprende hoje a saúde de amanhã”.

Envie este conteúdo a outra pessoa