ANEN quer Programa de Internato em Nutrição 775

A Associação Nacional de Estudantes de Nutrição (ANEN) defendeu, no Dia Mundial de Luta Contra a Obesidade (20 de maio), a criação de um Programa de Internato em Nutrição.

Num comunicado publicado nas redes sociais, a presidente da ANEN, Leonor Quelhas Pinto, lembra as “notórias fragilidades de caráter estrutural e organizacional” do Serviço Nacional de Saúde (SNS), bem como “crescente prevalência de doenças crónicas não transmissíveis, indissociável de um padrão alimentar inadequado”.

A responsável pede um “aumento da integração de nutricionistas no SNS”, uma vez que “o número reduzido” de profissionais no sistema público de Saúde, “a dificuldade em atrair e reter jovens” e a “carência de mecanismos de remuneração” constituem “um fator limitante ao início de carreira”.

Neste sentido, a ANEN é favorável à criação de um Programa de Internato em Nutrição, “que visa oferecer, por um lado, uma oportunidade de integração mais precoce de nutricionistas nas estruturas do SNS e, por outro lado, uma estratégia de garantir a sustentabilidade do sistema de saúde português como um todo”, lê-se.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por ANEN (@anennutricao)


Ao reafirmar o seu compromisso para com os Estudantes de Nutrição, Leonor Quelhas Pinto termina por reforçar os benefícios da implementação deste Programa “para os jovens profissionais, para a sociedade civil e para o próprio SNS”. A proposta deverá “ser concretizada com a maior celeridade possível”.

Envie este conteúdo a outra pessoa