Água da torneira em Portugal continental foi considerada “excelente” em 2020 1228

De acordo com o relatório anual da Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), a água da torneira, em Portugal continental, teve uma qualidade “excelente” para consumo humano durante o ano passado.

A ERSAR concluiu que o «indicador de água segura mantém o seu valor nos 99%, podendo garantir-se à população que pode beber água da torneira com confiança».

Segundo o comunicado em questão, divulgado na passada sexta-feira, o indicador da água segura na torneira do consumidor fixou-se nos 99%, em 2020, o que representa um acréscimo de duas décimas relativamente a 2019. Além disso, também confirma uma evolução positiva desde 1993 e a permanência no patamar de excelência desde 2015.

Os dados demonstram que a maioria dos concelhos (79%) apresenta percentagens iguais ou superiores aos 99% no indicador de qualidade da água, sendo que 15% dos municípios possuem uma percentagem de água segura de 100%.

Apenas o município de Santo Tirso registou um valor de 92%, pelo que se trata de um caso relacionado com a «avaria dos sistemas de tratamento das águas que servem as escolas não abrangidas pela rede pública de distribuição». Durante o período de avaria, não foram realizadas todas as análises previstas no programa de controlo da qualidade da água, o que explica os resultados obtidos em Santo Tirso.

A situação foi regularizada através do «fornecimento de água engarrafada pelo município», garantindo-se assim a proteção da saúde humana. A ERSAR esclareceu que a percentagem de água segura na maior zona de abastecimento de Santo Tirso é de 99,8 %.

Por último, a entidade assinalou que, apesar dos obstáculos colocados pela covid-19, manteve-se a «segurança da água da torneira devido à cooperação entre as entidades gestoras, a ERSAR, as autoridades de saúde, os laboratórios e os demais intervenientes no processo de controlo da qualidade da água».

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa