Afinal, o que são suplementos nutricionais orais? 931

Os suplementos nutricionais orais são constituídos por macronutrientes (proteínas, hidratos de carbono, fibra, lípidos), micronutrientes (minerais e vitaminas) e água, e a sua composição é desenvolvida e adaptada para satisfazer as necessidades nutricionais de doentes que necessitam de realizar terapêutica nutricional.

A suplementação nutricional oral é recomendada como complemento da alimentação para situações em que não seja possível atingir as necessidades nutricionais somente com a alimentação habitual, mesmo após adequação alimentar. Tem como objetivos atingir as necessidades nutricionais diárias e melhoria da massa muscular, levando à redução do risco de complicações, como o desenvolvimento de úlceras de pressão, infeções, quedas e readmissões hospitalares.

O profissionais de saúde, em especial os nutricionistas, que acompanham os doentes deverão escolher o suplemento nutricional oral que melhor se adequa à condição clínica, estado nutricional, idade, preferências e possíveis alergias/intolerâncias alimentares. A recomendação nutricional da suplementação nutricional oral terá de incluir um aconselhamento detalhado ao doente e familiares/cuidadores, que inclua as razões para a toma e o modo de utilização (ex.: entre as refeições, introduzir a suplementação de forma progressiva, sabor melhorado quando tomado frio, agitar antes de abrir).

Para casos específicos, como na presença de diabetes, disfagia, doença renal, doença hepática entre outros, existem suplementos nutricionais orais específicos para colmatar as necessidades nutricionais igualmente específicas destas condições. Outro exemplo, são idosos com fratura da anca, que no pós-operatório beneficiam da ingestão de suplementos nutricionais orais para melhorar a ingestão alimentar e reduzir o risco de complicações.

A terapêutica nutricional recomendada a idosos malnutridos ou em risco nutricional, deve fornecer pelo menos 400 kcal por dia e um teor de proteína igual ou superior a 20 de proteína por dia.

A juntar às necessidades nutricionais específicas para cada patologia há que ter em conta que cada indivíduo experiência diferentes sintomas e tem diferentes preferências alimentares, por isso, na escolha da suplementação nutricional há que ter em conta a variedade de sabores e consistências disponíveis, para garantir durante todo o tratamento uma correta adesão à terapêutica nutricional.

Os suplementos nutricionais orais representam uma solução clínica eficaz e não invasiva no tratamento da malnutrição.

A malnutrição está associada a um pior resultado no desenvolvimento da doença ou no seu tratamento, ao declínio cognitivo e comprometimento do sistema imunitário, a perda de força muscular, aumento do risco de quedas, perda de mobilidade e consequentemente perda de autonomia e independência.

Reverter a malnutrição resulta em benefícios clínicos e económicos para o doente e para o Sistema Nacional de Saúde.

É, por isso, crucial que os profissionais de saúde estejam atentos aos sinais da malnutrição e possam iniciar uma terapêutica nutricional oral precocemente nos seus doentes, sempre que for necessário.

Envie este conteúdo a outra pessoa