XX CNA: Desnutrição nos pacientes com cancro é uma «comorbilidade evitável e tratável» 833

A 20ª edição do Congresso de Nutrição e Alimentação da Associação Portuguesa de Nutrição (APN) abriu com uma sessão dedicada ao «cancro, anorexia e caquexia». Segundo o professor associado de Medicina, da Universidade de Sapienza, em Roma, Alessandro Laviano, a caquexia é uma «síndrome que se caracteriza pela perda de peso, atrofia muscular, fadiga, fraqueza e perda de apetite» dos pacientes.

Além disso, explicou que o «cancro está progressivamente a mudar de uma doença rápida e mortal» para uma «perturbação crónica e incapacitante». Porém, não deixou de referir que o «cancro continua a ser a principal causa de morte em Portugal», um dado que considera que pode ser alterado.

As terapias disponíveis atualmente abordam as características moleculares das células cancerígenas, mas «muitas vezes falta um perfil completo dos pacientes», acrescenta Alessandro Laviano.

Segundo o professor universitário, a desnutrição é frequentemente associada ao cancro, dado que «reduz a qualidade da pele, impede a conclusão das terapias planeadas» e, em última análise, contribui para «resultados negativos da doença». Ainda assim, Alessandro Laviano garante que a desnutrição nos pacientes com cancro é uma «comorbilidade evitável e tratável».

Por último, o investigador da Universidade de Sapienza afirma que o «apoio nutricional melhora os resultados dos pacientes com cancro e, muito provavelmente, a sua sobrevivência». Para isso, Alessandro Laviano explica que os pacientes têm de ser submetidos a um «tratamento abrangente, liderado por uma equipa multidisciplinar (MDT)», especializada em doenças oncológicas. «A utilização de alguns nutrientes específicos pode aumentar ainda mais a eficácia dos tratamentos contra o cancro», finaliza.

Veja a reportagem completa sobre o XX CNA na edição de novembro da revista VIVER SAUDÁVEL.

Envie este conteúdo a outra pessoa