Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia promove Mês da Saúde Digestiva com “uma volta à barriga” 802

A terceira edição do Mês da Saúde Digestiva, iniciativa de responsabilidade social corporativa promovida pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), visa promover a educação e a melhoria da saúde digestiva ao alertar para o impacto da prevenção na qualidade de vida.

Com a parceria de vários setores, o mês é assinalado com uma novidade em relação às edições anteriores: um evento de massas no exterior, ao integrar a Corrida de S. João, e ainda com um podcast conduzido pela radialista Susana Romana, intitulado “Dar uma volta à barriga”.

O formato, disponível no YouTube, Spotify e redes sociais da associação, aborda vários “mitos, modas e tradições culturais que estão enraizadas nos nossos comportamentos sociais e alimentares e que é importante desconstruir”, refere a SPG em comunicado. Susana Romana foi escolhida para o projeto, tornando-o “leve, inusitado, por vezes cómico, mas sobretudo fora da caixa, para que a população reflita sobre comportamentos simples ligados à saúde digestiva”.

Em associação à RunPorto, a SPG destaca a saúde digestiva na Mini-Corrida de S.João. O desafio, destinado a toda a população, decorre no dia 19 de maio, às 10 horas, em Gaia, num percurso de 7 quilómetros que exige uma inscrição online a ser feita até dia 15 de junho. Para o presidente da SPG, “a relação entre a atividade física, a qualidade de vida e a saúde é inquestionável e, no que se refere à saúde digestiva os ganhos são surpreendentes”. Guilherme Macedo refere ainda “um em cada três portugueses sofre de doenças ou problemas do aparelho digestivo, pelo que todo o cuidado e atenção nele, terá sempre um grande impacto favorável”.

“Aquilo que comemos tem um impacto fundamental para um bom funcionamento digestivo. Uma alimentação saudável pressupõe que esta deva ser completa, variada e equilibrada, proporcionando a energia necessária ao bem-estar físico e mental”, refere o chef Rui Paula, um dos embaixadores da iniciativa. Já o ex-jogador internacional Pedro Pauleta entende que “a alimentação e o exercício físico são fundamentais para uma boa saúde digestiva”.

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa