Ordem dos Nutricionistas apoia imposto sobre alimentos prejudiciais à saúde 324

06 de Outubro de 2016

A Ordem dos Nutricionistas (ON) revelou, em comunicado, que concorda com a possível introdução de um imposto sobre os alimentos com excesso de sal, gordura ou açúcar, uma hipótese que, de acordo com alguns órgãos de comunicação social, está a ser debatida no âmbito da elaboração do Orçamento de Estado para 2017.

No entanto, a ON considera que esta medida só fará sentido se for parte integrante de uma política alimentar e nutricional nacional concertada com outras medidas de promoção da alimentação saudável.

Ordem dos Nutricionistas será favorável à introdução deste tipo de taxa desde que «o valor a aplicar seja devidamente balizado com estudos de impacto para a indústria e o consumidor, que o impacto da medida na saúde da população seja devidamente acompanhado por um grupo de peritos e que a verba obtida nesta taxação seja direcionada para a promoção da alimentação saudável».

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa