Ordem dos Médicos: Publicidade ao cálcio é «um comércio criminoso» 545

02 de junho de 2016

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), José Manuel Silva, afirmou que a publicidade ao consumo de cálcio é «um comércio criminoso», que põe em causa a saúde pública dos portugueses.

 

«A publicidade que é feita ao [consumo] de cálcio é lamentável, é um comércio criminoso que põe em causa a saúde pública dos portugueses, pela toma excessiva» do produto, afirmou José Manuel Silva, em declarações à agência “Lusa” à margem do Fórum Ibero-americano de Entidades médicas, que teve início no dia 02 de junho, em Coimbra.

 

«Com promessas de resultados, que não são fundamentados», mas que «põem as pessoas a tomar cálcio quando não necessitam dele» e/ou em excesso, essa propaganda «traz problemas de saúde», provocando inclusivamente doenças, advertiu.

 

«A publicidade a medicamentos sujeitos a prescrição médica é proibida – e bem –, mas apublicidade a medicamentos de venda livre tem de ser limitada, tem de ser regrada, tem de ser honesta», sustentou José Manuel Silva, salientando que a indústria farmacêutica investiu, em Portugal, cerca de 710 milhões de euros num ano, em publicidade de medicamentos de venda livre.

 

«Não estamos a fazer oposição aos governos, estamos a defender a medicina, os doentes e a saúde», frisou José Manuel Silva.

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa