ON defende consumo de fruta da época e de produção local 0 105

 

 

21 de janeiro de 2019

O consumo de três a quatro porções de fruta por dia na infância é a recomendação dos nutricionistas. Quanto à fruta com maior valor nutricional, a bastonária da ON dá alguns esclarecimentos.

 

À rádio “TSF”, Alexandra Bento explica que sobre a importância do consumo de fruta e do seu valor nutricional, o que é o mais relevante é fazer passar «a boa mensagem alimentar», defendendo que não é bom princípio rotular as diferentes frutas como “mais ou menos ricas”. No entanto, recomenda que se dê preferência à fruta da época e de produção mais local. Sobre o seu próprio argumento, explica «se eu comprar uma fruta que é da época, ela tem maior riqueza nutricional, e se eu comprar uma fruta que é da minha zona geográfica, estou a ter uma atitude importantíssima em termos de sustentabilidade», defendendo que há também mais garantias de qualidade na compra de produtores locais.

 

Como explicado à fonte, a bastonária sublinha que a proximidade da produção permite ter acesso ao alimento na sua fase de maturação máxima: «retirar da árvore o mais próximo possível da altura em que está maduro e ser transportado menos tempo. Só temos a ganhar com isso em termos nutricionais». 

 

Conclui esclarecendo os consumidores que nos supermercados é possível verificar-se qual a origem das frutas que estão a ser compradas, apelando a essa atenção.

Envie este conteúdo a outra pessoa