OMS publicou o “WHO European Regional Obesity Report 2022” 361

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou esta terça-feira, dia 3 de maio, o relatório “WHO European Regional Obesity Report 2022”, sobre o estado da obesidade na região Europeia.

O documento foi publicado pelo Escritório Regional da OMS Europa para a Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas.

Neste relatório a OMS destaca que a prevenção e controlo da obesidade deve centrar-se numa estratégia de prevenção ao longo do ciclo de vida (dirigida para fases do ciclo de vida de maior vulnerabilidade – pré-conceção, gravidez, infância e adolescência), bem como na modificação dos ambientes obesogénicos.

Segundo os dados divulgados, o excesso de peso (incluindo a obesidade) é um dos principais fatores de risco para a mortalidade e incapacidade na Região Europeia. É responsável por mais de 10% de total de mortes nesta região a cada ano e representa 7% do total de anos vividos com incapacidade (YLDs).

De acordo com a estimativa da OMS, em 2016, a prevalência de excesso de peso e de obesidade em adultos era de 57,5% e 20,8%, respetivamente (estimativa padronizada para idade). Esta estimativa padronizada para a idade, que permite uma comparação mais rigorosa entre países, mostra que a prevalência de excesso de peso e de obesidade na população adulta portuguesa é inferior à média dos EU 13, EU 14 e à média dos países da região Europeia da OMS.

O “WHO European Regional Obesity Report 2022” apresenta também a evidência mais recente relativa aos determinantes comerciais da obesidade, os desafios do marketing digital de alimentos e dos ambientes alimentares digitais, a associação entre a obesidade e o risco de cancro, o impacto da pandemia covid-19 na prevalência da obesidade, bem como a maior morbilidade e mortalidade por covid-19 verificada em indivíduos com obesidade e ainda as diferentes abordagens para o tratamento e gestão da obesidade em crianças, adolescentes e adultos.

O documento inclui ainda um conjunto de ações políticas que os Estados-Membros podem adotar e implementar para prevenir a obesidade, como a utilização de abordagens de âmbito populacional.

Pode consultar aqui o documento.

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa