Malnutrição afeta cerca de 33 milhões de pessoas na Europa 1176

Na Semana da Sensibilização para a Malnutrição, (7 e 13 de novembro), a Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica (APNEP) alerta para a importância clínica na qualidade de vida dos doentes malnutridos.

A malnutrição afeta cerca de 33 milhões de pessoas na Europa. “Esta condição é uma realidade em Portugal, que continua a ser subdiagnosticada e subvalorizada em consequência da falta de informação, sendo fulcral a sensibilização dos profissionais de saúde, dos doentes e cuidadores para esta patologia no nosso país, quer a nível hospitalar e instituições de saúde, quer no ambulatório e domicílio”, defende Aníbal Marinho, presidente da APNEP.

Neste sentido, a APNEP, em conjunto com a Optimal Nutritional Care for All (ONCA) e a European Nutrition for Health Alliance (ENHA), desenvolveram a Semana da Sensibilização para a Malnutrição em Portugal. Este ano, a 4.ª edição foca-se no tema: “O direito humano aos cuidados nutricionais”. Esta iniciativa integra as atividades da campanha ONCA internacional e conta com “o apoio institucional do Ministério da Saúde e o apoio científico de sociedades médicas como a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), a Sociedade Portuguesa de Cirurgia (SPCIR), a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) e a Associação Portuguesa de Nutrição (APN)”, afirma o médico intensivista.

Em comunicado, a APNEP explica que a iniciativa “visa a educação para a identificação e tratamento precoces da malnutrição associada à doença; a educação dos doentes/cuidadores para que possam discutir o seu estado nutricional com o seu profissional de saúde; e o aumento da sensibilização para o papel da nutrição clínica na recuperação do doente, através da campanha #malnutriçãozero”.

A cerimónia solene desta edição irá decorrer esta terça-feira, pelas 16h00, no Palácio Nacional de Queluz, e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra e a presença do seu Basílio Horta, do deputado António Lacerda Sales, “bem como dos altos representantes das entidades nacionais e internacionais envolvidas”. A entrega do 20.º Prémio de Nutrição Clínica Fresenius Kabi tem lugar no final da cerimónia, com a missão de  premiar e distinguir trabalhos de investigação na área da nutrição clínica.

“A malnutrição é reversível através da implementação do rastreio nutricional e da intervenção nutricional, bem como promoção do acesso aos cuidados nutricionais adequados”, termina o Aníbal Marinho.

Envie este conteúdo a outra pessoa