Falta de exercício acelera envelhecimento cerebral 585

29 de Fevereiro de 2016

A falta de exercício físico está diretamente relacionada com o envelhecimento cerebral, revela um estudo da Escola de Medicina da Universidade de Boston, nos Estados Unidos.

De acordo com a investigação, publicada na revista “Sociedade Americana de Neurologia”, o sedentarismo a partir dos 40 anos é altamente prejudicial para o cérebro.

O envelhecimento cerebral é um sinal da idade e revela-se pelo declínio cognitivo e aumento do risco de demência, duas situações que podem ser atenuadas e controladas com a prática de atividade física ao longo da vida e especialmente na idade adulta, avançou o “Notícias ao Minuto”.

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa