Estudo: abacate tem uma substância capaz de combater a leucemia 264

Segundo um estudo da Universidade de Guelph, publicado na revista científica Blood, o abacate possui uma substância capaz de oferecer um tratamento mais eficaz contra a leucemia.

O abacate tem uma enzima que os cientistas identificaram, pela primeira vez, como sendo crítica para o crescimento das células cancerígenas no organismo.

A equipa de investigadores da Universidade de Guelph demonstrou que a avocatina B, uma substância extraída dos abacates, é eficaz no tratamento da leucemia mieloide aguda.

Esta substância ataca diretamente as “células tronco da leucemia”, uma doença para a qual não existem muitos tratamentos, revela o estudo.

As células da leucemia possuem grandes porções de uma enzima chamada VLCAD, mas os investigadores descobriram que o abacate consegue neutralizar esta enzima.

Anteriormente, o laboratório examinou a abacatina B, uma molécula de gordura encontrada apenas em abacates, para a prevenção da diabetes e para o controlo da obesidade.

Os autores desta pesquisa alertaram que ainda são necessários vários testes antes da substância poder chegar aos pacientes.

Pode consultar o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa