Entre 2015-2019 o setor dos refrigerantes reduziu os açúcares adicionados em 14,6% 517

A UNESDA – Soft Drinks Europe que representa a indústria de bebidas refrigerantes na Europa, anunciou que o setor reduziu os açúcares adicionados em 14,6% entre 2015-2019.

“Esta redução é a prova de que os esforços voluntários da indústria de refrigerantes para reduzir o açúcar em todo a UE está a produzir resultados tangíveis”, indica o comunicado divulgado pelo UNESDA.

A redução de 14,6% nos açúcares adicionados foi conseguida devido à mudança de receitas para reduzir os açúcares mas mantendo o sabor; ao desenvolvimento de novos produtos com diferentes níveis de açúcar; disponibilizar as bebidas em embalagens mais pequenas para controlar as porções, e num investimento em campanhas de marketing a apelar para as opções sem e com baixo teor de açúcar.

Este é o único setor que se comprometeu a cumprir o objetivo da UE de redução de açúcares adicionados de 10% até 2020, conforme estabelecido no anexo de açúcares adicionados.

Envie este conteúdo a outra pessoa