Encontrados altos níveis de açúcar em alimentos para bebés na Europa 368

De acordo com um artigo científico, publicado na revista Nutrients, foram encontrados altos níveis de açúcar em alimentos para bebés nos países europeus.

Esta investigação recorreu aos dados comerciais de sete categorias de alimentos, que foram lançados em 27 países da Europa entre maço de 2017 e março de 2021, com o intuito de fornecer uma visão geral dos nutrientes utilizados em alimentos para bebés.

Os autores concluíram que 38,5% dos produtos alimentares para bebés continham, pelo menos, um ingrediente açucarado.

Cerca de 50% dos alimentos analisados apresentaram o rótulo de “sem adição de açúcares”. Após uma análise, os investigadores descobriram que 35% desses produtos tinham açúcar livre, purés de frutas ou vegetais e outros ingredientes adicionados.

Os cientistas demonstraram que 31,4% dos alimentos com um rótulo de “sem corantes nem conservantes” continham, afinal, ingredientes ultraprocessados.

Além disso, concluiu-se que 29,2% dos produtos para bebés têm altos níveis de açúcares ultraprocessados.

Os alimentos ultraprocessados ​​apresentaram maior teor de energia, gordura saturada, açúcares e um menor nível de fibras, em comparação com os alimentos minimamente processados.

Os responsáveis pela investigação realçam a necessidade de promover o consumo de alimentos para bebés, com um baixo teor de açúcar adicionado, como cereais integrais, legumes, frutas e vegetais inteiros.

Além disso, a pesquisa deixa um alerta para a reformulação dos perfis nutricionais dos produtos alimentares para bebés.

Pode consultar mais detalhes sobre o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa