DGS lança Manual de Alimentação Saudável 5172

O Programa Nacional de Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) e a Direção-Geral da Saúde (DGS) lançaram um manual denominado por “Vamos pôr a Alimentação Saudável em casa”, com cuidados alimentares e atividades para crianças em tempos de covid-19.

Tendo em conta a pandemia que o país está a viver, e quando milhares de crianças se viram confinadas a casa, com mais comida disponível e com horas de sedentarismo com mais horas em frente ao ecrã, o PNPAS e a DGS viram aqui uma oportunidade “para promover o consumo alimentar saudável no seio da família e promover a aquisição de competências de compra e confeção de refeições saudáveis”.

Este manual “é destinado a encarregados de educação, professores e a todos aqueles que por estes dias têm crianças em casa”, indica o documento.

Este manual possui 4 capítulos e uma série de atividades para fazer com as crianças.

Começa por abordar a “Importância da alimentação da saúde e desenvolvimento das crianças”, onde explica que “a alimentação na infância tem um papel determinante no crescimento e desenvolvimento das crianças e é neste período que se moldam os nossos gostos e preferências alimentares e que programamos a nossa saúde futura”.

Em seguida, mostra as “6 regras para uma alimentação saudável nas crianças”, onde aconselha ao consumo de mais fruta e hortícolas; o consumo de mais água e menos bebidas com açúcar; evitar-se os snacks hipercalóricos; beber leite e derivados na dose certa; ter uma alimentação completa, variada e equilibrada; e ensinar os mais novos a cozinhar de forma saudável.

Outro dos assuntos abordados tem a ver com a “Publicidade alimentar dirigida a crianças em meios digitais – cuidados a ter”.

Numa altura em “que as crianças e adolescentes passem mais tempo no computador, na televisão e nas suas redes sociais. Uma oportunidade para se refletir sobre este tema”, indica o manual.

O último tema é sobre “Ensinar as crianças a fazer uma alimentação saudável”, onde “o envolvimento das crianças no processo de produção e confeção dos alimentos é um fator chave para a aquisição de conhecimentos, para a sensibilização sobre a importância de uma alimentação saudável e para
a mudança de comportamentos alimentares”, explica o documento.

Em seguida o manual apresenta uma série de atividades que vão desde a área do planeamento da alimentação, ao planeamento da compra, à organização dos alimentos no frigorífico, até à preparação e confeção de alimentos, passando pelas regras de higiene e segurança na cozinha.

Numa altura de confinamento, esta pode ser uma oportunidade para pais e filhos refletirem em comum, enquanto se prepara uma refeição saudável.

Consulte o documento aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa