CAP garante que não haverá falta de alimentos frescos 425

O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) garantiu que não vai haver problemas de produção e abastecimento de produtos alimentares, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Segundo Oliveira e Sousa “os agricultores estão perfeitamente sintonizados para que a cadeia de abastecimento dos produtos alimentares seja assegurada”.

O presidente da CAP indicou que “há um esforço com as próprias cadeias das áreas de distribuição (…) para que não haja quebra de abastecimento de produtos”.

“Não vai haver falta de fruta, nem de legumes e os portugueses podem estar perfeitamente seguros”, pois existe “uma cadeia de abastecimento estabilizada em sintonia com as áreas comerciais e com as redes de distribuição”, explicou.

Oliveira e Sousa chegou mesmo a garantir que “não haverá problemas em relação aos produtos alimentares, principalmente os frescos: carne, leite, ovos, legumes e frutas”.

Aliás, ainda reforçou que esta “é uma oportunidade para as pessoas darem atenção à fruta da época”.

Contudo admitiu que há a possibilidade de surgirem “alguns problemas para as empresas do setor agrícola, que serão enquadradas nas medidas que estão a ser elaboradas pelo executivo”.

Estas declarações foram dadas no fim da reunião da Concertação Social, que se realizou em Lisboa, sobre os impactos da doença Covid-19.

Envie este conteúdo a outra pessoa