Califórnia: Café vai passar a ter aviso de substâncias cancerígenas 657


02 de abril de 2018

O tribunal de Los Angeles decretou que todas as empresas que vendam café na Califórnia, EUA, terão de alertar para presença de substâncias cancerígenas.

A lei estatal diz que a acrilamida, um composto potencialmente tóxico que se produz durante o processo de torrefacção dos grãos de café, é cancerígena e que deve ser vendida com um aviso.

O conjunto das empresas que vendem café, lideradas pela Starbucks, acreditam que os níveis de acrilamida presentes na bebida são insignificantes e salientam os seus benefícios para a saúde, no entanto a juíza Elihu Berle, citada pela “BBC”, diz que os advogados de defesa não conseguiram provar que «o consumo de café oferece benefícios para a saúde humana», pelo que vão ter de passar a avisar os seus clientes do perigo, avançou o “Público”.

As empresas têm até ao dia 10 de abril para contestar a decisão.

Esta decisão surge depois de uma organização sem fins lucrativos ter  colocado os vendedores de café em tribunal, acusando-os de expor a população a substâncias cancerígenas.

Envie este conteúdo a outra pessoa