Brasil apoia criação do primeiro Banco de Leite Humano de Moçambique 0 8

 

 

23 de outubro de 2018

O primeiro Banco de Leite Humano (BLH) de Moçambique, fruto de uma cooperação técnica entre os governos brasileiro e moçambicano, é inaugurado esta sexta-feira, em Maputo, anunciou o governo brasileiro.

Através do projeto “Implantação de Banco de Leite Humano e de Centro de Lactação em Moçambique”, coordenado pela Agência Brasileira de Cooperação, ligada ao Ministério das Relações Exteriores, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, o Brasil contribui para a redução da mortalidade materna, neonatal e infantil no país africano, refere um comunicado.

O projeto contempla, também, a promoção de atividades de capacitação, transferência de tecnologia e aquisição de equipamentos.

Além de Moçambique, o Brasil já apoiou, via cooperação técnica, a implantação de 311 bancos de leite em 24 países, alguns deles da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), como Portugal, Angola e Cabo Verde.

Estas iniciativas preveem o incentivo ao desenvolvimento de sistemas de informação, a capacitação de profissionais de saúde e o apoio à construção de bancos de leite em todo o mundo.

Moçambique é o principal país parceiro da cooperação técnica promovida pelo Brasil, que apoiou, desde 1987, cerca de 200 projetos com o país africano, nas mais diversas áreas.

A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde pelo impacto positivo nas suas ações na área de saúde infantil.

Criada em 1998, por iniciativa do Ministério da Saúde e da Fundação Fiocruz, aquela rede tem a missão de promover, proteger e apoiar o aleitamento materno, recolher e distribuir leite humano com qualidade certificada e contribuir para a diminuição da mortalidade infantil, avança a agência “Lusa”.

Envie este conteúdo a outra pessoa