Um em cada quatro britânicos começou a saltar refeições devido à inflação 280

Uma sondagem realizada pelo Instituto Ipsos para a Sky News, revelou que um em cada quatro britânicos está preocupado com o aumento do custo de vida nos próximos meses, e já começou a saltar refeições devido à inflação.

As pessoas com rendimentos mais baixos são as mais inquietas com a situação. Mais de metade das que ganham menos de 20 mil libras por ano, afirmam estar “muito preocupadas”, e a a maioria já começou a cortar nos pequenos “luxos”, como as subscrições dos serviços de streaming e nas saídas para socializar.

O inquérito revela ainda que três em cada cinco pessoas já tiveram de começar a desligar o aquecimento para baixarem as faturas energéticas, isto depois dos preços terem aumentado 54% em Abril.

As atividades que não são essenciais também estão a ser cortadas, com 52% dos inquiridos a admitirem que saem menos para socializar, 44% evitam conduzir quando não é necessário para pouparem nos combustíveis e 31% estão a trabalhar mais a partir de casa.

Mas o dado mais preocupante refere-se aos 27% dos inquiridos, o que equivale a mais de uma em cada quatro pessoas, que admitem já terem saltado refeições para pouparem dinheiro.

Duas em cada cinco pessoas afirmam que já estão a fazer compras em supermercados mais baratos e 39% admite usar sites que comparam dos preços.

As previsões para o futuro também não são otimistas, com 70% dos britânicos a anteciparem um grande aumento dos preços das utilidades, como a eletricidade ou a água. Quase metade também já está a contar com uma subida nas rendas ou nas prestações do crédito à habitação e 85% prevê uma continuação da tendência de aumento dos preços dos alimentos.

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa