Summer Medical School: Lifestyle 284

Nos últimos anos, temos assistido a um preocupante aumento da prevalência de excesso de peso e obesidade entre as crianças em Portugal. De acordo com um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 36% das crianças dos 5 aos 9 anos apresentam excesso de peso, sendo que quase 15% sofrem de obesidade. Estes números colocam Portugal como o sétimo pior país da região europeia da OMS neste indicador. Além disso, a situação não é mais animadora nos adolescentes, com 30% dos jovens entre os 10 e os 19 anos a apresentarem excesso de peso.

Sabemos que o excesso de peso e a má alimentação são os fatores que mais contribuem para a perda de anos de vida saudável. Dados publicados recentemente, divulgados pelo Global Burden Disease Study analisaram os últimos 20 anos (até 2021) e permitiram perceber que a pré-obesidade e a obesidade foram os fatores de risco que mais aumentaram a sua contribuição para a carga de doença em Portugal, contrariamente à tendência de diminuição observada para quase todos os outros fatores de risco.

Consciente da importância da prevenção e promoção da saúde desde a infância, a NOVA Medical School terá a acontecer em julho, pelo terceiro ano consecutivo, a Summer Medical School: Lifestyle, um campo de férias inovador em Portugal, a acontecer numa escola médica, focado na promoção de estilos de vida saudáveis junto das crianças. Este programa tem como objetivo proporcionar experiências lúdicas e educativas que incentivem a prática de atividade física, a alimentação saudável e a adoção de hábitos saudáveis no quotidiano das crianças e dos jovens.

No que toca aos estilos de vida e alimentação saudável, apostar na dieta mediterrânica, comer a horas, escolher produtos sazonais, saber cozinhar os alimentos sem lhes retirar valor nutricional, dormir bem, andar ao sol e fazer exercício são elementos-chave para um futuro com mais saúde e estas são as ideias-chave que pretendemos passar.

As edições anteriores da Summer Medical School: lifestyle têm demonstrado ser um programa com impacto, com vários relatos de mudanças, quer pelos jovens, quer pelos encarregados de educação dos mais novos – mudanças nos estilos de vida, com maior aposta numa alimentação nutritiva e prática regular de exercício físico. Com esta imersão em estilos de vida adequados, onde todas as refeições são confecionadas na NOVA Medical School, ao longo da semana praticam uma dieta equilibrada, rica em frutas, hortícolas, leguminosas, o que resulta (com provas dadas) numa melhoria notável no trânsito intestinal e, por isso, na saúde intestinal. Este é um indicativo claro de que a intervenção precoce pode corrigir problemas comuns e promover uma melhor saúde.

A metodologia da Summer Medical School: lifestyle é baseada numa abordagem prática e interativa. As crianças e jovens participam em workshops práticos – totalmente hands-on num Kitchen Lab, onde aprendem a preparar refeições healthy and fast, compreendendo a importância dos nutrientes e como estes podem afetar o nosso corpo. Este conhecimento que transferimos da academia para a vida dos participantes transforma a maneira como vêm a alimentação, sendo catalisador da mudança.

A somar, têm palestras interativas com especialistas da NOVA Medical School, atividades de laboratório para compreensão da ciência por detrás dos alimentos e atividades diárias de exercício físico. Ademais, o programa aborda a saúde mental e emocional, ensinando técnicas para gerirem o stress e promover o autocuidado. Estes são aspetos muitas vezes negligenciados, mas essenciais para o desenvolvimento de uma geração mais equilibrada, resiliente e saudável.

 

Os impactos positivos das intervenções em estilos de vida nas camadas mais jovens são inegáveis.  Cabe-nos, a todos, apostar na promoção de estilos de vida saudáveis desde a infância de modo a construir um futuro mais saudável, onde a obesidade e doenças relacionadas sejam uma lembrança do passado.

O desenvolvimento das sociedades depende do comportamento de todos nós. Se quisermos construir sociedades saudáveis, seguras e sustentáveis temos de fazer mais e melhor, temos de acrescentar valor aos nossos contributos.

Conceição Calhau
Professora Catedrática da NOVA Medical School
Subdiretora para a Extensão à Comunidade

Envie este conteúdo a outra pessoa