Restaurantes do Porto aderem a projeto para combater desperdício alimentar 350


12 de setembro de 2017

“Embrulhe 31” é o nome de um projeto criado em 2016 e que regressa este ano para incentivar a população que frequenta os restaurantes da cidade do Porto a não desperdiçar comida.

A iniciativa lançada no ano passado esteve no terreno apenas durante uma semana — depois de meses de estudos e inquéritos a estabelecimentos e clientes —, e conseguiu evitar o desperdício de cerca de 30 quilos de alimentos. Mas agora é diferente: a responsável pelo projeto, Susana Freitas, revelou, de acordo com o jornal “Público”, que «é para continuar e crescer de forma sustentável» ao longo do tempo.

A comida que sobra nas travessas pode ser embrulhada e levada gratuitamente em 31 restaurantes do Porto, ou seja, o interesse duplicou no espaço de um ano pois em 2016 aderiram apenas 15 estabelecimentos.

Em 2016, o projeto foi conduzido pela Lipor, a empresa que trata do lixo na região do Porto, em parceria com um grupo de estudantes da Universidade de Wageningen, na Holanda.

Este ano, o Embrulha conta com a parceria da Associação Portuguesa de Hotelaria Restauração e Turismo (APHORT), que ajudou na captação de restaurantes. «Toda a gente está mais sensibilizada. Por parte dos estabelecimentos, ninguém gosta de deitar comida fora. O mesmo se passa ao nível do consumidor, há mais recetividade para este tipo de campanhas», sintetiza Helena Carrelhas, engenheira alimentar, que representou a APHORT na apresentação do projeto.

Envie este conteúdo a outra pessoa