Queixas na Saúde disparam 73% num ano 1235

Volvido um ano desde o início da pandemia de Covid-19, uma análise do Portal da Queixa revela que as reclamações dirigidas ao setor da Saúde dispararam 73%, face a 2019.

Entre 1 de março de 2020 e 29 de fevereiro de 2021, a plataforma recebeu mais de 7.500 reclamações. A impossibilidade de ser atendido por um médico (37%) é o principal motivo de reclamação dos portugueses, seguido da dificuldade no atendimento telefónico (34%) e a vacinação (8%), sendo que, este último, resulta do facto de a campanha de vacinação que se encontra a decorrer e está relacionado com as dúvidas e dificuldades dos utentes sobre a mesma.

De acordo com Pedro Lourenço, CEO & Founder do Portal da Queixa by Consumers Trust: “Enquanto que, verificámos indicadores de redução do número de reclamações através dos canais do Estado, nomeadamente no Livro Amarelo e de Reclamações, que induzem em erro na interpretação do atual estado do setor, no Portal da Queixa este crescimento é demais evidente, demostrando, não só, que os utentes do SNS estão descontentes com o serviço prestado, mas também pela desacreditação no regulador de defesa do consumidor, que manifestamente não traduz confiança na resolução dos problemas apresentados.”

Envie este conteúdo a outra pessoa