Quase metade dos idosos internados no Hospital de São João estava desnutrida 240


21 de abril de 2017

No momento do internamento, 47,1% dos idosos que foram admitidos no Hospital de São João, no Porto, sofriam de desnutrição. Esta é a conclusão de um estudo apresentado ontem que avaliou, durante um ano e três meses, o estado nutricional da população sénior internada nesta unidade hospitalar.

«Tínhamos dificuldade em conhecer a situação dietética dos doentes do hospital e o financiamento do mecanismo europeu EEA Grants permitiu a aquisição do equipamento necessário e fazer esta avaliação centrada nos idosos. Em maio de 2015, informatizámos todos os instrumentos de rastreio» e a recolha de dados começou em novembro desse ano, revelou ao “JN” a coordenadora da Unidade de Nutrição e Dietética do S. João, Sandra Marília.

A partir da utilização de uma nova ferramenta informática (MNA-SF) foi possível identificar, de uma forma preliminar, através de várias questões, o estado nutricional dos idosos. Em caso de risco de desnutrição, essa ferramenta emite um alerta para a Unidade de Nutrição e Dietética do centro hospitalar portuense, que, por sua vez, fará o diagnóstico.

«O procedimento de rastreio nutricional está montado e continuará a ser utilizado. Tentaremos alargá-lo a outros doentes no hospital», de forma faseada, afirmou, ainda, Sandra Marília.

Envie este conteúdo a outra pessoa