PAN quer mais investimento público em nutricionistas e psicólogos 496


16 de outubro de 2017

O deputado do partido das Pessoas-Animais-Natureza (PAN), André Silva, defendeu que o Governo deve investir mais em nutricionistas e psicólogos no quadro das políticas sociais previstas no Orçamento do Estado para 2018 (OE2018).

Contactado pela agência “Lusa” a propósito da proposta do OE2018, entregue na sexta-feira, no parlamento, o único deputado do PAN lamentou, numa análise preliminar, que «o aumento estabelecido pelo Governo para a área da saúde não revele uma aposta na prevenção».

«O ministro [Mário Centeno] referiu que o Orçamento do Estado do próximo ano tem uma marca social determinante, mas não se estende à saúde. A maior parte do aumento vai para a aquisição de bens e serviços», comentou o deputado, reconhecendo, no entanto, que o Governo, «tem feito alguns esforços» nesta área.

O PAN defende a contratação de mais psicólogos para o Serviço Nacional de Saúde e de nutricionistas para todas as escolas do país, referindo que esta última medida serviria para complementar a recente introdução de refeições vegetarianas nas cantinas.

«Também estamos preocupados que se tenham gasto em Portugal, no ano passado, 200 milhões de euros em psicofármacos, o que demonstra que precisamos de mais psicólogos para prevenir na área da saúde mental», acrescentou, indicando que o partido vai negociar estas questões com o Governo, na especialidade.

WordPress Ads
Envie este conteúdo a outra pessoa