Ordem dos Nutricionistas cria Comissão de Jovens 0 422

A pensar na empregabilidade e no acesso à profissão, a Ordem dos Nutricionistas (ON) criou uma Comissão de Jovens que vai funcionar, já a partir deste mês, como grupo de reflexão sobre as questões de acesso e de exercício da profissão. Esta é umas das primeiras medidas deste mandato de Alexandra Bento e pretende aproximar a Ordem da classe mais jovem.

Recorde-se que na edição de novembro da VIVER SAUDÁVEL, a bastonária afirmava que uma das primeiras iniciativas do seu terceiro mandato ia consistir «na criação de um grupo de trabalho que irá refletir sobre um novo modelo de estágio de acesso à Ordem, com o objetivo de torná-lo mais acessível economicamente, mas igualmente forte para o acesso à profissão».

Durante os próximos anos, a bastonária, reeleita em outubro, pretende centrar-se na proximidade com os membros e na empregabilidade, tendo destacado o “emprego jovem” como principal bandeira deste mandato.

Para além da Comissão de Jovens, a ON vai proceder a uma reavaliação das características do estágio profissional de acesso, com o objetivo de certificar que os candidatos adquirem a formação profissional, ética e deontológica exigida para o adequado exercício da profissão de nutricionista. Em paralelo, será também equacionada a implementação de medidas que permitam uma otimização do processo e, ao mesmo tempo, a diminuição dos custos associados ao acesso à profissão.

Segundo o Observatório da Profissão, 42% dos nutricionistas tem menos de 30 anos, 90% são do sexo feminino e 47% dos nutricionistas tem formação pós-graduada (mestrado, doutoramento ou formação não conferente de grau). Já no que respeita ao setor de atividade, apenas 30% dos nutricionistas trabalha no setor público e 8% no setor social. Os restantes 62% trabalham no setor privado.

Envie este conteúdo a outra pessoa