Nutricionistas vão ter indicadores de produção 0 408

A Bastonária da Ordem dos Nutricionistas, Alexandra Bento, comunicou que os nutricionistas vão ter indicadores de produção da atividade, e que também será iniciado um projeto-piloto para avaliação do risco nutricional dos doentes nos cuidados de saúde primários.

Estas declarações foram proferidas pela bastonária no fim de uma reunião no Ministério da Saúde, em que apresentou à ministra, Marta Temido, as propostas dos nutricionistas.

Uma das medidas apresentadas pela Ordem foi que a avaliação de risco, que está neste momento em vigor nos hospitais, fosse estendida aos cuidados de saúde primários.

De acordo com Alexandra Bento, a proposta foi aceite e vai iniciar-se um projeto-piloto em alguns centros de saúde para posteriormente se “passar à totalidade dos centros de saúde”.

Outro dos pontos apresentados foi o projeto-piloto para se iniciar uma consulta de pré-obesidade nos cuidados de saúde primários.

Para além disso, Alexandra Bento reforçou a necessidade de abertura de mais vagas para nutricionistas, além do concurso para 40 vagas que está a decorrer.

“Concorreram 1.400 profissionais e foram admitidos a concurso 982, que agora terão de ser avaliados e entrevistados para serem selecionados 40”, frisou a Bastonária.

Alexandra Bento indicou ainda que outra das medidas apresentadas à ministra foi a criação de uma carreira de nutricionista, pois atualmente estes profissionais estão integrados como técnicos superiores de saúde.

Envie este conteúdo a outra pessoa