Leite materno pode evitar morte súbita dos bebés, obesidade e diabetes 794

29 de Janeiro de 2016

O leite materno pode evitar a morte súbita dos bebés e o desenvolvimento de obesidade e de diabetes nas crianças, revela um estudo liderado pelo investigador brasileiro Cesar Victoria.

O estudo, publicado ontem na revista britânica “The Lancet”, sugere que a amamentação pode evitar todos os anos, a morte de mais de 800.000 crianças e de cerca de 20.000 mulheres por cancro da mama, segundo avançou a agência “Lusa”.
 
«Há uma ideia pré-concebida de que os benefícios da amamentação só estão relacionados com os países pobres. Nada podia estar mais longe da verdade. O nosso trabalho demonstra claramente que amamentar salva vidas e poupa dinheiro aos países, tanto ricos e como pobres», afirma Cesar Victora, da Universidade Federal de Pelotas, no Brasil.

Se nos Estados Unidos e no Brasil aumentassem para 90 cento a taxa de amamentação de crianças até aos seis meses, os sistemas de saúde de cada país poupariam por ano 2,2 mil milhões de euros (EUA) e 5,4 milhões de euros (Brasil).

Envie este conteúdo a outra pessoa