Itália aprovou lei contra desperdício alimentar 758

05 de agosto de 2016

Um projeto de lei contra o desperdício alimentar foi aprovado em Itália, com o apoio de 181 senadores e 16 abstenções, avançou o “Expresso”. De acordo com a mesma fonte, não se prevê multas para os supermercados que armazenem demasiados bens alimentares, mas antes sensibilização e incentivos que levem os proprietários de restaurantes e supermercados a oferecerem a comida que possuem em excesso, ao contrário da legislação aprovada também este ano, em França.

 

Para além da criação de um formulário para declaração mensal das doações, o projeto de lei prevê que os supermercados possam doar os alimentos que já ultrapassaram os prazos de validade sem arriscarem a ser multados por isso. Aqueles que efetuem doações de alimentos terão ainda benefícios fiscais.

 

De acordo com os dados da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação cerca de um terço da comida produzida em todo o mundo é desperdiçada e este número sobe para os 40% no caso da Europa.

Envie este conteúdo a outra pessoa