Infertilidade masculina associada a alimentação rica em gordura na infância 261

De acordo com um estudo do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS-UP), em conjunto com parceiros nacionais e internacionais, uma alimentação com elevado teor de gordura na infância e adolescência poderá ter implicações na qualidade do esperma de um homem adulto, podendo estar associada a problemas de infertilidade masculina.

Este estudo, denominado por “A switch from high-fat to normal diet does not restore sperm quality but prevents metabolic syndrome”, foi publicado no American Journal of Physiology-Endocrinology and Metabolism”, esteve a cargo de Luís Crisóstomo, investigador e estudante do doutoramento em Ciências Biomédicas do ICBAS, sob orientação do investigador Marco Alves, e com a colaboração Romeu A. Videira, Ivana Jarak e Pedro F. Oliveira.

A investigação teve como base o comportamento de ratos (mus musculus) jovens do sexo masculino.

A análise dos dados mostrou que a dieta rica em gordura afetou negativamente o metabolismo testicular dos animais. Os problemas detetados incluem a acumulação de ácidos gordos com efeito pro-inflamatório e simultaneamente, a inibição das defesas antioxidantes nos testículos.

Estas alterações afetaram negativamente a qualidade do esperma dos indivíduos adultos, mesmo daqueles a que, numa fase posterior do estudo, foi aplicada uma dieta padrão, nutricionalmente equilibrada. Os ratos que foram alvo de uma alimentação rica em gordura apresentaram maior prevalência de espermatozoides com graves deformações.

Contudo, a dieta não teve impacto a nível hormonal e a redução de gordura ajudou a reverter os níveis elevados de açúcar no sangue.

Para além disso, esta dieta fez com que o grupo melhorasse a sua rotina alimentar, mostrando sinais de lipólise (processo de quebrar gorduras no corpo). No entanto, o restabelecimento do normal metabolismo testicular é demasiado lento para que sejam recuperados os parâmetros espermáticos normais.

Pode consultar o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa