Estudo: Sal presente no pão pode diminuir ainda mais sem prejudicar sabor 813

09 de fevereiro de 2017

Um estudo, realizado pela Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), revelou que a quantidade de sal presente no pão pode diminuir mais do que o previsto na legislação, sem descaracterizar o seu sabor e afetar negativamente o negócio.

Em colaboração com a Associação dos Industriais de Panificação, Pastelaria e Similares do Norte (AIPAN) e com o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), a SPH avaliou o doseamento de sal em quatro tipos de pão (regueifa, broa, carcaça, e “pão da avó”), em cinco distritos do norte de Portugal (Aveiro, Braga, Porto, Viana do Castelo e Vila Real).

Concluiu-se que apesar do teor de sal já se encontrar abaixo do previsto na lei (1,4g de sal por cada 100g de pão), registou-se uma diminuição significativa da sua quantidade nos pães analisados (1,0g por 100 de pão).

Mesquita Bastos, presidente da SPH e investigador principal deste estudo, revelou que esta investigação comprova que «a nossa indústria panificadora está a cumprir a lei no que ao teor de sal diz respeito, o que é de louvar, e que consegue de livre vontade descer ainda mais esse valor sem impacto na aquisição», lê-se num comunicado enviado pela SPH.

Envie este conteúdo a outra pessoa