BebéVida assinala Dia do Sangue do Cordão Umbilical com iniciativas dedicadas a profissionais de saúde e aos atuais e futuros pais 139

A BebéVida, banco de tecidos e células estaminais, assinala o Dia Mundial do Sangue do Cordão Umbilical, com iniciativas que começam logo no dia 17 de novembro dedicadas aos atuais e futuros pais e que se estendem até ao dia 19 de novembro, com atividades mais direcionadas para os profissionais de saúde.

No dia 17, vai decorrer a iniciativa “Um dia no laboratório BebéVida” que consiste numa visita virtual às instalações do laboratório e que será possível realizar através da página de Instagram da BebéVida, aqui.

Esta é uma oportunidade para os atuais e futuros pais ficarem a conhecer as instalações do laboratório 100% português que é especialista na criopreservação de células estaminais do sangue do cordão umbilical, em segurança sem sair das suas casas. Ainda durante este dia, será feita uma sensibilização para a importância da criopreservação com a partilha de vários casos de sucesso, nas redes sociais da BebéVida, no transplante de células estaminais onde será recordado o percurso desde:
– O primeiro transplante feito de células estaminais em 1988;
– Até ao primeiro transplante em Portugal feito em 1994;
– Chegando até ao caso de sucesso da Ana Beatriz, uma menina com paralisia cerebral, que criopreservou as células estaminais do cordão umbilical com a BebéVida e que já chegou a utilizar as mesmas em tratamentos que têm contribuído para a melhoria do seu bem-estar e qualidade de vida. (Saiba mais sobre a história da Ana Beatriz aqui.)

As celebrações deste ano, ficam também marcadas pela participação de especialistas da BebéVida na conferência internacional “World Cord Blood Day 2020”, onde serão debatidos os grandes desenvolvimentos nesta área, com o objetivo de traduzirem essa informação em conhecimento para posteriormente ser utilizado também no panorama nacional.

Como resultado desta participação, no dia 19 de novembro, vai realizar-se uma sessão virtual subordinada ao tema “O Presente e o Futuro da Medicina Regenerativa” que contará com a participação do Dr. João Sousa – Diretor de Qualidade da BebéVida, da Dr.ª Patrícia Benevides – Diretora Técnica da BebéVida e da Dr.ª Andreia Gomes – Técnica superior da BebéVida, onde serão abordados os principais temas discutidos na conferência “World Cord Blood Day 2020”, o panorama atual do setor e o impacto da Covid-19 e que perspetivas futuras podemos esperar sobre as células estaminais e as suas potenciais utilizações para fins terapêuticos.

Luís Melo, Administrador da BebéVida acrescenta “Para a BebéVida é fundamental estarmos atentos a todos os desenvolvimentos que são feitos a nível internacional nesta área, pois só desta forma conseguiremos acompanhar a inovação por um lado, e por outro lado, trazer novas abordagens e ideias para Portugal que serão enriquecedoras para todos os que atuam neste setor”.

No dia 19 de novembro a sessão “O Presente e o Futuro da Medicina Regenerativa” está aberta a todos os que queiram assistir e será transmitida através da página de Facebook e Linkedin da BebéVida. O horário será ainda anunciado brevemente.

Envie este conteúdo a outra pessoa