ASAE apreende 33 quilos de carne e encerra dois restaurantes na baixa de Faro 683

22 de Novembro de 2016

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) anunciou ontem a apreensão de 33 quilos de carne congelada e a suspensão de atividade de dois restaurantes na baixa de Faro, por incumprimento de condições de higiene.

Num comunicado citado pela “Lusa”, a ASAE adiantou que a operação de fiscalização, realizada pela Unidade Regional do Sul, na passada semana, incidiu sobre 21 operadores económicos, tendo sido instaurados onze processos de fiscalização em restaurantes da baixa da capital algarvia.

Além dos 33 quilos de carne congelada armazenada em deficientes condições de acondicionamento, a ASAE detetou ainda infrações de natureza criminal, nomeadamente fraude sobre mercadorias, como a utilização de paloco na confeção de prato de bacalhau e a existência de «géneros alimentícios anormais».

Foi igualmente apreendida uma quantidade não especificada de amêijoas, ostras e lingueirão, pelo facto de os estabelecimentos não terem apresentado documentação obrigatória que atestasse a sua proveniência, o que configura um «desrespeito das normas sanitárias para a colocação de moluscos vivos no mercado», acrescentou a ASAE.

A falta de requisitos em géneros alimentícios, a deficiente implementação do sistema de segurança alimentar HACCP e a falta de controlo metrológico em equipamento de pesagem foram outras das infrações detetadas.

A ação de fiscalização resultou ainda na instauração de três processos-crime e nove processos de contraordenação, tendo ainda sido suspensa a atividade de dois estabelecimentos «por incumprimentos dos requisitos gerais e específicos de higiene».

Envie este conteúdo a outra pessoa