ASAE alerta para venda “online” de alimentos fraudulentos 635

De acordo com um comunicado de imprensa divulgado no seu portal, a ASAE – Autoridade de Segurança Alimentar e Económica alerta para a existência de operadores que se estão a aproveitar da pandemia de covid-19, para venderem alimentos e suplementos alimentares com falsas propriedades curativas.

“A ASAE alerta para o fato de existirem no mercado alguns operadores que têm aproveitado a crise pandémica para vender alimentos onde incluem suplementos alimentares, atribuindo-lhes falsas propriedades profiláticas, curativas, protetoras do sistema imunológico e antivírus contra a infeção provocada pelo Coronavírus (COVID 19/SARS-Cov-2)”, explica.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica reconhece que esta procura se deve ao “aumento do número de pessoas infetadas devido ao covid 19”, e por isso “os consumidores tendem a procurar formas de prevenir ou mesmo tratar a infeção”. Por isso, “a venda de alimentos online, onde se incluem os suplementos alimentares e outros géneros alimentícios, tem assumido especial relevância”.

A ASAE termina por indicar que “enquanto Autoridade administrativa nacional especializada no âmbito da Segurança Alimentar e da Fiscalização Económica, com poderes de investigação criminal, está a acompanhar esta situação, de modo a assegurar aos Consumidores que, os géneros alimentícios disponibilizados on-line não põem em risco a sua segurança e saúde e que são defendidos os seus interesses, na garantia de uma sã e leal concorrência entre os operadores económicos”.

Envie este conteúdo a outra pessoa