António Costa garante que não há risco de escassez de bens essenciais 1122

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu que não há risco de escassez de bens essenciais devido à invasão russa da Ucrânia.

As declarações foram avançadas, na chegada de António Costa ao Conselho Europeu informal, que se realiza em Paris.

Segundo António Costa, Portugal tem reservas suficientes para fazer face aos atuais problemas de produção.

“Neste momento, não há nenhum cenário previsto para falta de bens essenciais. Ainda na reunião da comissão permanente da Concertação Social foi feito um ponto de situação, já tínhamos feito também com a ministra da Agricultura”, tranquilizou.

Contudo, admite que a situação poderá alterar-se se a guerra na Ucrânia se prolongar no tempo.

“Há reservas para assegurar que não haverá falta de nenhum bem essencial nos próximos tempos, mas temos que ver qual é a duração deste conflito e desta escassez de produção”, explicou.

Envie este conteúdo a outra pessoa