Uso de smartphones pode contribuir para o ganho de peso 0 341

Segundo um estudo da Universidade Simón Bolívar, na Colômbia, jovens que passam cinco ou mais horas diárias a utilizar o smartphone estão 43% mais propensos a tornarem-se obesos.

Os dados revelaram que 25% das pessoas acima do peso e 5% das obesas costumam utilizar o telemóvel por muito tempo.

O risco é ainda maior para as mulheres, que apresentam o dobro da propensão de ficar com excesso de peso, em comparação com os homens.

A pesquisa ainda sugere que indivíduos que usam o smartphone de forma excessiva estão duas vezes mais propensos a ingerir bebidas açucaradas, fast-food e doces. Além disso, apresentam menor propensão a se exercitarem. Comportamentos esses que estão relacionados ao desenvolvimento de obesidade.

Para chegar a estas conclusão, os investigadores monitorizaram o uso diário do smartphone de mil estudantes universitários (homens e mulheres) entre junho e dezembro de 2018.

Os resultados da pesquisa foram apresentados na Conferência Latino Americana da Sociedade Americana de Cardiologia, em Cartagena, na Colômbia.

Mas este não é o primeiro estudo sobre este tema. Um estudo anterior da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, já havia descoberto que adolescentes que passam mais de cinco horas por dia usando a usar dispositivos eletrónicos apresentam um risco 40% maior de serem obesos, além de estarem duas vezes mais propensos a ingerir bebidas açucaradas diariamente.

Outro estudo, da Universidade Rice, também nos Estados Unidos, revelou que realizar diversas atividades no telemóvel ao mesmo tempo (multitarefa) reduz o autocontrolo em relação ao consumo de fast-food.

Envie este conteúdo a outra pessoa