Universidade do Porto aposta no combate ao desperdício alimentar 0 206

Desde a passada segunda-feira, que a Universidade do Porto promove uma campanha de sensibilização no combate ao desperdício alimentar.

Esta iniciativa integra-se no âmbito do projeto Dose Certa, que os Serviços de Acção Social da Universidade do Porto (SASUP) estão a desenvolver com a Lipor desde dezembro do ano passado.

“O objetivo passa por reduzir o desperdício alimentar nas diferentes fases da produção alimentar, bem como promover práticas de consumo sustentável dos alimentos”, indica o portal da Universidade do Porto.

“Este trabalho incluiu a sensibilização da equipa para a separação de resíduos orgânicos, mas também para um conjunto de cuidados e boas práticas a ter desde a receção das matérias primas, até à preparação dos alimentos propriamente dita. Outras medidas a serem implementadas incluem o aproveitamento maior dos hortícolas e o empratamento da refeição personalizado”, explicam.

Para além dos cartazes a apelar para o consumo alimentar sustentável, no momento do pedido da refeição, os utentes têm de ajustar a quantidade pedida no prato às suas necessidades.

Mas esta não é a única medida da Universidade do Porto no combate ao desperdício alimentar.

Desde 2015 que está em curso um projeto de doação de sobras alimentares, na Cantina de Engenharia, e em fase de implementação na Unidade Alimentar São João e na Cantina de Direito. Até ao momento este projeto já permitiu poupar mais de 20 mil refeições, evitando o desperdício de cerca 10 toneladas de resíduo orgânicos.

Para além disso, e como os resíduos não podem ser doados, são alvo de separação e recolhidos para reciclagem.

Esta campanha iniciou junto dos utentes da Cantina de Direito, contudo o projeto será depois alargado às restantes cantinas da Universidade do Porto.

Envie este conteúdo a outra pessoa