União Europeia lança campanha sobre a carne de porco 188

A Comissão Europeia lançou uma nova campanha, com o propósito de desmistificar alguns dos mitos mais frequentes sobre a carne de porco, denominada por “Let’s Talk About Pork From Europe”.

Esta campanha tem por base as mensagens erradas e por vezes difamatórias, que associam negativamente a produção de porcos a temas ligados com o ambiente, a segurança alimentar e o bem-estar animal. Esta desinformação, tem levado o público, e especialmente os mais jovens, a substituírem o consumo de carne de porco por outros bens alimentares.

“Reconhecendo que é imperativo combater a desinformação e esclarecer alguns mitos que se instalaram”, afirmou Vítor Menino, Presidente da Aligrupo, uma das empresas envolvidas neste projeto, em comunicado divulgado.

A iniciativa tem a duração prevista de três anos, dirige-se essencialmente a públicos jovens (até aos 30 anos), e arranca simultaneamente em Portugal, Espanha e França. Estes três países foram escolhidos pela importância que a carne de porco assume não só na economia local, mas também na dieta alimentar mediterrânica, considerada pela UNESCO património imaterial da humanidade.

“Nos próximos três anos teremos oportunidade de desmistificar e esclarecer dúvidas sobre a relação da suinicultura com o meio ambiente, e também com a segurança alimentar, o bem-estar animal, a investigação, a diversidade, os benefícios nutricionais e a alimentação animal”, explicou Vítor Menino.

O Presidente da Aligrupo acrescentou ainda que “durante a campanha, o objetivo é esclarecer, informar e comprovar que adotamos as técnicas de produção mais avançadas do mundo e que a carne de porco que se vende em Portugal obedece às mais rigorosas regras de segurança alimentar e bem-estar animal”..

A campanha vai ser gerida em cada país por entidades diferentes: Aligrupo – Agrupamento de Produtores de Suínos e Agrupalto – Agrupamento de Produtores Agropecuários (Portugal); Interporc – Interprofesional del Porcino de Capa Blanca (Espanha) e Inaporc – Interprofession Nationale Porcine (França). O investimento total previsto para o mercado português é de 1,4 milhões de euros.

Lembrar que a carne de porco é uma das carnes mais consumidas em todo o mundo, e a fonte de proteína animal preferencial dos portugueses, com um consumo de 44 kg/hab/ano. O setor da suinicultura contribui para o PIB nacional com um volume de negócios agregado superior a mil milhões de euros e emprega mais de 50.000 trabalhadores. É também responsável pela fixação de populações em meios rurais, evitando a desertificação de algumas das regiões mais carenciadas do país.

Consulte a campanha aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa